As 3 piores performances ao vivo dos anos 90

Postado em maio 2, 2012 por

Ao vivo, é normal que músicos cometam erros e nem sempre as pessoas reparam nos equívocos deles, principalmente porque estão empolgadas por assistir sua banda favorita ao vivo. Entretanto, alguns músicos profissionais pisam tanto na bola que fica difícil não reparar. É o caso dos três vocalistas deste post, dos quais sou muito fã, mas é difícil fechar os olhos para apresentações que beiram o desrespeito com os fãs.

Billy Corgan

O guitarrista e compositor americano é mais conhecido por ser o líder da banda Smashing Pumpkins, e sua voz é facilmente reconhecida por qualquer um que já tenha ouvido alguma música sua. Em suas gravações de estúdio, os vocais são executados de forma competente, mas nas apresentações ao vivo, a coisa muda de figura. Veja a comparação entre a versão de estúdio de “Today”, música do segundo disco da banda “Siamese Dream” (1993), e a gravada ao vivo durante o festival “Rock am Ring”, em 1994:

Coutney Love

O modo despretensioso com que Courtney cantava nos discos era sua marca registrada e, apesar de não ser a vocalista mais afinada, conseguia sustentar razoavelmente uma linha melódica com sua voz arranhada. Ao vivo, porém, a falta de pretensão virava descaso com a música. Veja o vídeo de “Northern Star”, música do terceiro álbum de estúdio do Hole, “Celebrity Skin” (98), e a versão gravada em 99 em uma apresentação que o grupo fez na Austrália:

Axl Rose

Esse dispensa qualquer explicação da minha parte: